Do cair e levantar!

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

 As pessoas têm diferentes maneiras de lidar com a dor e de sobreviver a esta. É usual ouvirmos a expressão: "Isto é mais doloroso do que aquilo". Não concordo. Não há diferentes tipos de dor, apenas intensidades diferentes que provêm da forma como enfrentamos o sofrimento. E com este assunto falo mais especificamente na dor psicológica. Sofrer é sempre algo ao nível dos sentimentos e da razão. Mexe sempre com o nosso Sistema Nervoso e com o nosso Bem-Estar, independentemente de sofrermos uma morte, uma separação, uma má nota,... No momento dói, e isso é o que realmente interessa.
 Ainda assim, sempre que estou triste ou dorida psicologicamente tento pensar positivo e a forma como enfrento a dor é sempre constatando que há pessoas em condições tão piores que as minhas que nem têm tempo para sofrer. Todavia, esta minha forma de lidar com a dor contradiz a minha opinião da dor. Sinto que a forma como trato a dor não me tem permitido sofrer de facto. E, como tudo, para conseguir encontrar o equilíbrio emocional precisamos de encarar todos os sentimentos da vida...
 Talvez devesse encarar aquilo que sofro de outra forma e permitir-me sofrer um bocado. Afinal não sou feita de cimento.

1 comentário:

  1. Eu também tomo sempre esse caminho, penso sempre que há pessoas piores que eu mas isso não faz com que os meus problemas deixem de ser problemas. Podem não ser tão graves como os de outras pessoas mas são problemas na mesma!!
    r: Que giro :D

    ResponderEliminar