Mas este eu vou comentar!

quarta-feira, 13 de maio de 2015

 Ainda bem que aqueles *burros* (perdoem-me a expressão) fizeram aquele vídeo! Enterraram a própria cabeça e eu fico mais contente do que vocês podem imaginar...
 Passei por situações de cyber-bullying e não é nada bonito... Digo sempre que não foi nada de grave, porém falarem com a minha madrinha, e outros, em meu nome e dizerem coisas do género «Sou uma p***, se me quiser encontrar ligue para o escritório tal com o número tal» é grave, no mínimo... Mandarem-me mensagens com textos ofensivos e que me atormentaram durante muito tempo é grave, no mínimo... Fazerem com que me sentisse sozinha numa altura da minha vida em que estava a construir a minha auto-confiança é grave, NO MÍNIMO...
 Hoje assisti do início ao fim a um vídeo que anda a circular nas redes sociais, onde se pode ver um miúdo completamente cercado por um grupo, ainda numeroso, a levar murros e chapadas por algo que supostamente ofendeu a «chefe» do grupo, uma miúda de meia leca que nem falar direito sabia. Foi detestável o que fizeram.
 É a primeira vez que consigo ver uma coisa destas até ao fim e fiquei tão revoltada...
 Desde que entrei no secundário que tomei a iniciativa de falar e oferecer um ombro amigo aos miúdos que passam por isto. Ao longo destes três anos, foram várias as pessoas com quem fui ter e confrontei com a situação... infelizmente, só consegui ajudar mesmo uma rapariga, contudo, sinto mesmo que fiz a diferença na vida dos outros.
 Esta forma de resolver as coisas é odiável, minimizar uma pessoa àquele estatuto é desumano. Espero mesmo que, ao contrário da ajuda que me deram na altura, este miúdo tenha o apoio que é possível e que consiga livrar-se destes monstrinhos!
 É nestas alturas que sinto pena da sociedade em que vivemos, do mundo em que habitamos, porque podem ter a certeza que isto não ocorre só em Portugal! 

2 comentários:

  1. Infelizmente este tipo de violência continua a ser muito posto de parte. As pessoas acham que «são coisas de miúdos», que é «da idade», que são «brincadeiras». Mas não são! Isto são coisas que vão moldar o futuro das vítimas e dos seus agressores. Isto é uma «pré-visualização» dos jovens de hoje, adultos de amanhã, serão no futuro. Agressivos, violentos. Tímidos, reservados, com problemas de auto-confiança, danos permanentes (no caso das vítimas). Estou cansada de viver numa sociedade que vê as coisas acontecerem-lhes mesmo à frente dos olhos e em vez de falar, fazer, agir, baixa os olhos e pronto!

    r: o facto de ser minha mãe não muda em nada o que ela disse e a falta de carácter que a sua acção demonstra querida. Eu própria me revoltei com o que ela disse, e hei-de revoltar-me muitas mais vezes, disso sei eu. Acho hipócrita que pessoas que se demonstram sempre tão indignadas em relação a estas temáticas depois sejam capazes de testemunhar actos violentos e serem passivos.

    ResponderEliminar
  2. Também fiquei chocada e não sei se é por se falar agora no assunto mas parece que ultimamente só se vê é coisas destas!! Pergunto-me o que é que leva os miúdos a isto?!?

    ResponderEliminar