D-E-Z-O-I-T-O! Já?

sexta-feira, 12 de junho de 2015

 Não acredito ainda, simplesmente porque a diferença psicológica não é nenhuma, penso eu. Na minha opinião, toda a conversa de que, quando chegamos aos 18, começamos a ver o mundo de uma maneira diferente e a ter mais responsabilidades é um mito. Hoje não tenho mais juízo do que tinha há dois dias. Aliás, o juízo não é directamente proporcional à idade, pelo contrário, considero que é relativo à educação e à personalidade de cada um, isto é, tanto a forma como crescemos ensinados e o jeito como agimos têm influências no nosso juízo, no nosso cuidado.
 O facto de a minha vida não ter sido propriamente um mar de rosas fez com que, intuitivamente e porque fui inteligente, eu tivesse de saber lidar de uma forma perspicaz com as avessas do dia-a-dia (como receber telefonemas de uma mãe atrasada a dizer como cozinhar arroz aos 9 anos pela primeira vez, acho curiosa esta história, pois nunca tinha pegado numa panela e, de repente, estava a fazer arroz, bifes e legumes no forno).
 Claro que, com os 18 anos, há uma série de coisas que podemos fazer e arrecadar com as consequências, como votar e pôr à frente do país outro sacana, ou correr nua num estádio e ir presa, ou beber um pouco mais e ser apanhada a conduzir!...

 Mesmo assim, ontem, o MEU dia, foi excelente: à meia noite a minha mãe fazia-me festinhas enquanto assistia ao vídeo feito pela minha mana e, de manhã, fui acordada por uma falha de luz e alarmes a disparar, porém, fiquei na cama até às 10h, em seguida fui correr, uma das coisas que mais gosto de fazer. Por volta das 11h30 saí para ir ter com uma amiga para almoçar e comemos no Vitaminas a bela da salada. Quando ela se foi embora, fiquei pelo shopping a estudar e depois fui comer o Sanum ao llao llao e, além de outras coisas, escolhi a mistura explosiva de banana e chocolate preto (ai derreti outra vez). Vim para casa e estudei mais um pouco até à minha mummy chegar para irmos ao vegetariano com a minha madrasta, e foi aí que fiquei a saber que o meu padrinho vinha jantar connosco, trazendo os pirralhos e a padrinha. No vegetariano fui super bem servida com o meu rolo de espinafres recheado de soja e finalizei o jantar com o belo do crocante de maçã. Fomos dar uma volta pela cidade fria e tirar fotos todos juntos.
 Este dia belo e simples acabou ainda melhor pois adormeci com festinhas da minha mummy, tal e qual como o comecei.
 O que podia perdir mais?
 A única coisa que quero mesmo é um verão excelente e que os exames passem rápido.

3 comentários:

  1. Parabéns Alforreca :D :D Que dia tão bom :D

    ResponderEliminar
  2. Muitos parabéns fofinha :D e realmente essa balela de que aos 18 tudo muda assim repentinamente é uma treta :p as coisas mudam como sempre, com o passar do tempo, não há um milagre de hoje acordar e só porque já tenho não sei quantos anos sou uma pessoa completamente diferente da que era quando adormeci :p parece-me que tiveste um dia bom fofinha e ainda bem :)

    ResponderEliminar