Plágio. #%§?

sexta-feira, 31 de julho de 2015

 Nunca fui vítima de tal coisa, verdade seja dita, porém, fico cansada e até frustrada de assistir diariamente a casos e casos de plágio. Resta-me fazer uma perguntazita aos 'plagiadores': É para isso que criam blogs? Para serem a cara de um cantinho que não tem nada de pessoal além do tema, se este tiver sido personalizado?
 Ainda ontem vi uma rapariga que tinha um blog mesmo muito interessante, bem como um conceito super curioso, contudo, toda a beleza que o blog poderia ter se perdeu quando dominou de «minhas» algumas receitas que eu sabia serem de outra blogger. Ainda por cima, uma das fotos era da autora original... (sei que foi plágio, pois a data de publicação da que plagiou era posterior à outra)
 Como é meu costume enquanto pessoa honesta que fui ensinada a ser, avisei de imediato a blogger que foi vítima de plágio. Se há coisa que menos tolero é que usem o trabalho dos outros para proveito pessoal. Irrita-me profundamente. Já me deixava alterada quando era com trabalhos escolares!...
 Por favor, guardem alguns momentos para pensar se vale mesmo a pena copiar o trabalho de outra pessoa, porque acreditem que algo que foi da vossa total autoria pode ter muito mais interesse!

Das memórias...

sábado, 25 de julho de 2015

 Não sei se alguma vez falei disto por aqui, neste meu cantinho... porém, estava agora a ouvir The Cranberries quando me recordei de alguns detalhes da minha infância que influenciaram completamente os meus gostos do momento.
 Em pequena, e ainda agora, tinha uma dificuldade gigante a adormecer, bem como a manter-me adormecida, por isso, lembro-me perfeitamente, a minha mãe arranjou duas soluções, enquanto o meu pai apenas arranjou uma, as três com consequências nos dias de hoje, positivas, está claro!
 Embora a minha mamã diga que não, esta tem imenso jeito para cantar, juntando isso ao facto de saber os álbuns dos The Cranberries todos de cor, era esta banda com que adormecia no ouvido cantada pela bela voz da minha progenitora. Agora sou uma viciada nas suas músicas e sei o reportório quase todo de cor. Além disso, a Alforreca adulta tinha, e talvez tenha ainda, uma imaginação enorme e na altura lia imenso Agatha Christie, por isso, quando não havia eficácia nas músicas, punha-se a inventar histórias semelhantes às desta escritora incrível com personagens fenomenais como Poirot ou Miss Marple. Assim, desde que me lembro que devoro os livros desta exemplar artista e já tenho uma colecção bem alargada! Vou ainda este fim de semana comprar mais dois, olé!...
 Por outro lado, o meu pai, como vocês sabem, influenciou imenso o meu gosto musical, e ainda bem, a minha escolha nos filmes, nas séries e nos desportos, contudo, houve algo no qual teve REALMENTE influência. E foi, claramente, na Matemática. Se eu estava com dificuldade a adormecer nada melhor que contar-me pequenas histórias sobre a matemática, além das mil e uma histórias onde as personagens eram números.
 É deveras engraçado como este pequeno detalhe das minhas noites teve tanta influência no meu futuro. O meu gosto pela disciplina em si era de tal forma enorme que quando íamos passear, e mesmo nos dias de hoje, via matemática, fórmulas matemáticas e números em tudo quanto era lugar. «E agora?» Perguntam vocês.
 Agora candidatei-me a Matemática! E sei, tenho a certeza, que vou ser mais feliz que uma criança que se delicia com um gelado. Afinal, a Matemática é o meu pequeno paraíso...

Mais uma semana.

sábado, 18 de julho de 2015


 Aquele sítio faz-me maravilhas. Além das mil e uma fotos que me possibilita tirar.
 A calma apressada, o silêncio barulhento, a noite branca. Vivia lá se pudesse.

 Como é óbvio, acesso limitado às redes sociais, por isso só pude partilhar as fotos quando cá cheguei.
 Tenho muito para contar, porém, hoje vim só deixar uma marca e dizer para passarem por lá! Acho mesmo que vão gostar das fotos. 

Um dia para ficar na memória!

sábado, 11 de julho de 2015

 Ainda não estou em mim... É mesmo real! Fui ao NOS Alive'15 com os meus primos. E o melhor de tudo? Vi os Kodaline a cinco metros de distância!
 Não percebo como é que algumas pessoas criticam tanto a organização de um dos melhores festivais de Portugal... é claro que a programação não vai ser toda porreira, é óbvio que vai haver manadas de pessoas a passar de palco em palco para tentar ver o máximo número de concertos possíveis, é evidente que longas filas para os brindes vão existir. Porém, é isso que faz dos festivais o que eles são hoje em dia.
 Para aproveitarmos bem o dia, saímos do Porto às onze, e por volta das três da tarde já estávamos no Mosteiro dos Jerónimos a almoçar, daí seguimos a pé até ao Passeio Marítimo de Algés, uma caminhada super agradável e sem contratempos. Quando lá chegámos eram quatro e cinquenta e entrámos logo, começando por dar uma olhadela a todos os cantos do recinto e fazer uma leitura exaustiva do programa. Assim que fomos todos à casa de banho (pois àquela hora ainda estavam impecáveis) dirigimo-nos às barracas onde ofereciam brindes, começando pela comercial, onde tirámos esta foto de que me orgulho bastante. Aqui a minha prima desapareceu com umas amigas e nós os dois fomos divertir-nos. Na barraca dos CTT, tirámos uma foto bastante original e o rapaz que tirava as fotos encantou comigo e ofereceu-nos duas fotos (aos outros apenas dava uma), de seguida tínhamos uma roleta onde havia apenas um triângulo vermelho, o grande prémio, o meu primo meteu conversa com a rapariga que lá estava e pôde rodar duas vezes, saindo-lhe O prémio!

 Tudo tranquilo, olhei para as horas e já eram sete, fui então à barraca A Big Pita e pedi a bela da pita vegetariana. Já no palco Heineken apareci duas vezes no ecrã e tenho-vos a dizer que fiquei extremamente favorecida! Não estando a apreciar estar sentada cá atrás fui com o meu primo assistir a dois concertos no palco principal, o primeiro dos Blasted Mechanism (nunca pensei divertir-me tanto a ouvi-los) e o segundo dos Marmozets no qual não esperava rir-me tanto!
 No entanto, tudo melhorou quando regressei ao palco heineken e pude assitir ao concerto dos kodaline onde conheci pessoas fenomenais e até chorei, são a minha banda do momento, todas as letras me dizem muito. Só isso para descrever tal evento.
 Para quase finalizar a noite fomos ver o concerto dos Mumford&Sons que não deixou nada a desejar, foi demais e cantaram a Little Lion Men, valeu muito a pena.

 A minha prima voltou a desaparecer e nós os dois comprámos uma cerveja e assistimos um pouco aos The Prodigy, encontrámo-nos com a minha prima no NOS Clubbing e fomos embora apanhar a camioneta para o comboio onde dormimos as três horas de viagem seguidas!

 Foi excelente, das melhores prendas que já recebi... Tenho tido mesmo muita sorte nos últimos anos! São tios....... 
Desculpem a chatice de ler isto.

Saudades disto...

quinta-feira, 2 de julho de 2015


 E agora que voltei tiro um minuto para escrever, se é que ainda o sei fazer!
 Desculpem a minha ausência, principalmente à minha mais fiel leitora, a querida Ana Rita... Porém, não o pude evitar tendo em conta que fui gozar férias de graça! O meu primo decidiu estar em época de exames e, na ausência dele, os meus tios convidaram-me a mim para ir com eles para o paraíso que é o Algarve!
 Já em casa, não podia estar mais relaxada e morena do que estou neste momento... Se tivesse 50 anos poderia dizer que fiquei 20 anos mais jovem!


 Mesmo que tenha sido o começo ideal das férias, continuo a preferir ir para lá com o meu pai e a minha madrasta e a minha mana, tendo em conta que tanto o meu pai como o meu tio têm exactamente o mesmo feitio complicado, só que com um estou à vontade e com o outro tenho de aguentar bem caladinha!
 Tirei fotos incríveis à minha prima, à paisagem, aos pássaros. E tiraram-me fotos espectaculares que vão ser publicadas aos pouqinhos.
 Estou mesmo sossegada... Hoje passei o dia todo sozinha - menos a hora do almoço, pois fui ao vegetariano com a minha mummy - e foi fenomenal. Aproveitei o sol, a calma das ruas, o movimento das pessoas!
 Renasci um pouco nesta última semana e amanhã vou almoçar com uma amiga e sair à noite com os amigos de quem tenho imensas saudades!
 E que as férias continuem...


P.S.- Os meus tios ofereceram-me o bilhete para o NOS Alive no dia dos Kodaline! Até chorei quando o recebi, como é que é possível terem gasto tanto dinheiro para eu poder criar uma memória incrível!?