Eu não percebo...

sábado, 14 de novembro de 2015

 Eu bem tento, acompanho todas as notícias, sei sempre o que se está a passar no mundo, gosto de me manter informada sobre os discursos feitos pelos políticos e cidadãos dos outros países, contudo, eu não faço a mínima ideia do que leva as pessoas a tomar medidas terroristas como as de ontem!
 Como assim alguém carrega tanto ódio, tanta revolta dentro de si de modo a dar cabe de centenas de vidas!?
 Paremos para pensar... As vítimas não foram apenas as pessoas que morreram. A vida de muitas pessoas mudou estrondosamente, o medo que algumas sentiram no momento, a angústia e espera que muitas famílias viveram, o terror que causou no mundo todo. Até eu, sinceramente, receio o próximo passo destes terroristas.
 Não me agradam as generalizações que estão a ser feitas relativamente aos refugiados e a todos os muçulmanos. Principalmente, porque nem todos os muçulmanos interpretam a religião como estes terroristas e os refugiados estão a fugir exactamente de situações como as de ontem.
 Aquilo, aquela coisa, o massacre foi simplesmente desumano, foi macabro, nojento (que é uma palavra que uso muito pouco). Custa-me perceber que, num mundo já tão avançado, ainda ocorram coisas que nem a nível animal ocorreriam. É simplesmente chocante.
 Espero mesmo que os países que procuram tranquilizar esta situação tomem agora uma decisão implacável para acabar com isto. Eu não queria mais violência, porém, isto tem mesmo que terminar. Está a arruinar todos os indivíduos deste (não antes, mas agora) miserável planeta.

9 comentários:

  1. nem tenho palavras para esta situação :(

    ResponderEliminar
  2. Foram momentos horriveis, só espero que parem com isto, tenho lá amigos de família que graças a deus estão bem.

    ResponderEliminar
  3. exacto, os refugiados fogem destes extremistas do estado islâmico, e os muçulmanos no geral nem tem nada que ver com isto...por exemplo, é como pensarmos que cá em Portugal existe o PNR, um grupo político extremista cheio de fascistas (já a roçar a minha opinião pessoal) e no entanto nem todos os portugueses se identificam com esse grupo.

    ResponderEliminar
  4. além de que (esqueci-me de acrescentar), os jihadistas já são de imensas personalidades, até um dos suicidas no atentado em Paris era já de nacionalidade francesa por exemplo...

    ResponderEliminar
  5. É muito triste ver o que as pessoas são capazes de fazer, não entendo como é que é possível caber tanto mal dentro de alguém...
    r: Pois é querida, infelizmente o que se passou foi muito grave e acabou por tocar a todos...

    ResponderEliminar
  6. r: Ai que maravilha, parece ser muito bom. Nunca tinha ouvido falar desta sobremesa :o
    Ora essa, não tens de agradecer querida :)

    ResponderEliminar
  7. r: Muito obrigada pela força querida!
    Infelizmente esta situação toda tem-me preocupado imenso, às vezes dou por mim a pensar no pior... Assusta-me imenso estas coisas, tanto para mim como para os outros... Só de imaginar, meu Deus!

    ResponderEliminar
  8. Tenho de concordar contigo! Foi um evento muito triste não só para França como para a Europa inteira. É terrível pessoas inocentes terem de morrer, sem culpa nenhuma. Agora vive-se num clima de medo em que todos desconfiam uns dos outros e isso não é maneira de se viver. Mais notícias tristes, como se o mundo já não estivesse cheio delas!
    Beijinhos*

    Segui-te<3 faz uma visita ao meu blog e se gostares, retribui :)
    http://nuancesbyritadias.blogspot.pt/

    ResponderEliminar