Bons momentos... e emocionais!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

 Se não quiserem ler este textão, eu compreendo perfeitamente. 
 Quando a Kiara me disse que eu ia gostar muito dos meus praxantes, eu fiquei mais descansada, contudo, continuei de pé atrás. Agora vejo como ela tinha razão! (Já agora é mesmo estranho chamar-te assim... E já não nos vemos há muito tempo, já sinto saudades!)
 Ontem tivemos aquilo que chamaram de praxe de purificação. Foi uma das minhas favoritas. Eu e os meus 15 amigos tivemos que falar uns dos outros à vez à vez e, em seguida, dos praxantes! Admito que foi um pouco assustador, pois não era para dizer apenas coisas simpáticas, mas sim tudo o que achávamos estar mal, bem e aquilo que considerávamos ter uma solução eficaz!
 Apercebo-me agora como foi significativa, como foi importante para que o nosso «bloco» crescesse, eu sei que para alguns é apenas praxe, mas para quem passa por ela é realmente importante.
 Acabei com algumas lágrimas nos olhos, ok, talvez tenha chorado mesmo, quando disseram que eu era a pessoa mais confiável do grupo, aquela que tenta sempre ver as situações da perspectiva de toda a gente. Quando foi a minha vez de falar, fiz aquilo que tinha de fazer descrevi as pessoas e disse-lhes o que deviam mudar em relação a alguns assuntos. Além disso, tive de falar da comissão, o que me agradou bastante, tendo em conta que ao tempo que queria que dois dos meus doutores soubessem o que acho deles. O dr M e a dra I. Como estava com as defesas em baixo por tudo o que tinham dito de mim, fui mesmo muito sensível quanto a eles os dois. Respeito-os mesmo muito. Enquanto que o dr é extremamente brincalhão, sensível e super preocupado comigo, a dra transmite-me uma confiança, uma tranquilidade inigualável, e sempre que vem, fico mesmo feliz!
 Falar dos outros praxantes foi também muito interessante, tenho uma dra mesmo inteligente, outra super amorosa e com um sorriso lindíssimo, outra que parece brava mas é mesmo engraçada, uma que é na paz, está quase sempre presente e dá conselhos excelentes, outra que, mesmo pouco presente, causa impacto, um engenheiro que é apaixonado pela praxe e transmite isso. Até da cardeal de curso tive de falar, disse-lhe a verdade, que me assustava, porém, sem ela também não fariam sentido aqueles momentos.
 Foi sem dúvida uma noite emotiva, mas, ao mesmo tempo, sensacional. Durante a tarde fizemos jogos e aprendemos mais do código de praxe e à noite tivemos um momento que nos motivou a ser mais e dar mais! Pelo menos a mim. Agora, só espero conseguir continuar. Estou mesmo a gostar!

3 comentários:

  1. Fico feliz por te estares a dar bem e por teres boas pessoas ao teu lado, num "mundo novo" como a faculdade é mesmo importante ter alguém assim. Que nos transmita segurança e que puxe por nós. Espero que as coisas continuem assim, aproveita bem estes momentos!
    r: Podes sempre desabafar comigo querida. Seja para o que for! Compreendo, eu também sinto isso. Parece que depositei em mim a ideia de que já devia de ter a obrigação de me dar bem com o carro numa altura destas mas a verdade é que não sinto e tenho imenso medo de falhar e desiludir os meus. Quanto a guardares tudo para ti, acho que o que estás a fazer te pode prejudicar e o teu instrutor só devia era de te ajudar em vez de te retrair mais. O meu é o próprio a dizer para eu gritar se assim o entender ahahah. Mas a sério, não te deixes chegar ao ponto de entrares em pressão, isso aconteceu comigo e quando dei por mim estava a arrebentar, em plena aula...

    ResponderEliminar
  2. Fico mesmo feliz e orgulhosa por os meus colegas estarem a corresponder às expectativas que eu tinha... e por não te ter enganado! :b
    Já agora, eu sabia que ias adorar o doutor... ele é fantástico, é um ótimo colega, sabia que ele ia ser ótimo praxante. É engraçado ler isto e conseguir identificar o que falas... adoro! xb

    ResponderEliminar
  3. Fico tão feliz que estejas a adorar a experiência que nem imaginas :D

    ResponderEliminar