O Homem que viu o Infinito

quinta-feira, 21 de julho de 2016

 Dei por mim sem companhia para ir ver o filme que tanto me fazia comichão na barriga de ansiedade. Na verdade, soube pelo facebook do atractor que estava a oferecer bilhetes duplos e, embora não os tenha conseguido ganhar, decidi que não estava o filme no cinema sem eu o ver!
 Por isso, ontem, dei por mim a sair de casa para ir sozinha ao cinema e não me sinto nada mal com isso, pelo contrário, soube-me super bem e pude aproveitar tudo em silêncio e à minha maneira.
 O filme reteve a minha atenção no primeiro minuto. Sim, é sobre a história de um matemático, porém, considero mesmo que é um filme que qualquer pessoa deve e pode ver! Não só é cheio de um sentido de humor incrível, como também nos comove e envolve de uma maneira única.
 Baseado em factos reais, relata a história de um matemático nascido em 1887, em Madras, na Índia, Srinivasa Ramanujan (Dev Patel), um cérebro enorme. Com apenas 15 anos e pouca formação já estudava sozinho séries aritméticas e geométricas complexas (aquelas que nos atormentam no secundário...). Finalmente, na universidade, alguns professores recomendaram-lhe que enviasse um pouco do seu trabalho para o muito nobre professor Godfrey Harold Hardy (Jeremy Irons), um célebre matemático, que, acreditando que estava perante um génio, o convida a ir para Cambridge estudar e explorar as suas conclusões e ideias.
 Nem sempre teve o apoio dos restantes docentes do Trinity College, aliás, viveu alguns momentos bastante complicados e situações indecentes. Contudo, como é dito no filme, «o grande conhecimento vem dos mais humildes» e Ramanujan conseguiu provar o seu valor e ser nomeado Fellow da Royal Society.

É óbvio que a história foi romantizada para apelar ao público em geral... mesmo assim, retrata quase fielmente a realidade e não desliga muito da matemática. Aliás, durante o filme, algumas piadas são destinadas aos matemáticos e há curiosidades que não lembrariam a muitos, por exemplo, 1729 é o menor número natural que se escrever exactamente de duas formas distintas como soma de cubos: 1729 = 13 + 123 = 93 + 103

 Aconselho vivamente o filme, se não quiserem ir ao cinema, vejam-no assim que sair online ou passar na televisão... não deve demorar muito!
 Um excelente dia para vocês e... não tenham receio de serem a vossa própria companhia: EU ADOREI!!!

7 comentários:

  1. Fiquei curiosa, ainda não tinha visto nenhuma menção ao filme!
    Espero entender as piadas matemáticas :p

    ResponderEliminar
  2. Adorava ir vê-lo ao cinema, mas ir a Braga nesta altura é complicado, e não há em nenhum cinema de Guimarães :(

    ResponderEliminar
  3. r: Não me parece que consiga ver ainda no cinema... é mesmo uma altura muito má... mas hei-de ver, nem que seja em casa! :)

    Obrigada! Também estou orgulhosa de ti, já sei que andas a ter um ótimo percurso... continua!

    ResponderEliminar
  4. Aiai duvido que vá entender as piadas matemáticas hehe Mas fora isso, o filme parece ser interessante, vou ver se o vejo :)
    Beijinhos

    Saturn's Mermaid

    ResponderEliminar
  5. Assim que vi um comentário da Joana não me ocorreu ninguém mas depois de ler 'Amiga, estou com saudades do que escreves. Volta.' percebi logo quem era nem houve margem para dúvidas :D
    Também tenho muitas saudades de te ler!! Prometo que ainda esta semana dou noticias e venho ler o teu cantinho :) beijinhos grandes e até já querida amiga :D

    ResponderEliminar
  6. O Jeremy Irons é o meu ator favorito, por isso este não me escapa :)

    ResponderEliminar