Três mulheres, Um filme

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

 Assim que li a review da Carol soube que tinha de ver o filme. Já tinha uma mini ideia sobre o que falava o filme, porém, não sabia que era tão poderoso assim. Retrata uma realidade de 1961 que se verificou durante toda a existência humana antiga e que ainda se pode identificar em certos locais, infelizmente. O racismo, atenuado ou evidente, o racismo sempre, associado à diferença de sexos.
 Três mulheres, Katherine Johnson, Dorothy Vaughan e Mary Jackson, trabalharam arduamente para adquirirem os conhecimentos que tinham, além da inteligência extrema que todas tinham. Inicialmente, fazendo apenas trabalho de computador e verificação de cálculos, acabaram por contribuir de maneira diferentes e de extrema importância para um acontecimento histórico: O lançamento em órbita de John Glenn.
 O que admiro mais nestas mulheres é o facto de nenhuma delas procurar directamente a fama, apenas desejavam poder trabalhar no que gostavam de maneira livre e honesta. Sendo mulheres, e negras, sofreram na pele descriminações absurdas (que cada vez voltam com mais força à actualidade). Entre perder 40 minutos de cada vez que queriam ir à casa de banho, porque tinham uma própria e não ficava situada no seu edifício, a terem de ir a tribunal para poderem tirar um curso de engenharia.
 Vi este filme com uma atenção de falcão, atentei os pormenores e aqueceu-me o coração seguir a evolução de cada uma delas e ansiar para que tivessem imenso sucesso. Um filme que nos prende ao ecrã, uns podem considerá-lo lento, porém, tem a quantidade certa de falas, movimentos, acção, sorrisos e lágrimas.
 Uma reflexão um pouco mais íntima: deixou-me bem confortada saber que há pessoas que lutam por direitos iguais para toda a gente, naquela época havia, há 3 mil anos havia e, nos dias de hoje, continua a haver. Não nos esqueçamos disto: é importante apoiar-mo-nos uns nos outros para que seja mais suportável aguentar o dia-a-dia!
 Ainda não viram? Então não percam tempo a ler-me, corram para o ecrã mais próximo e ponham o filme a dar!!!!

6 comentários:

  1. Pela sinopse e revisões que tenho lido, é um filme que merece mesmo ser visto. Não posso perder!

    ResponderEliminar
  2. Gostei tanto do filme que o coloquei no meu top dos Melhores de 2016. Há histórias que merecem ser contadas e esta é uma delas. Embora o conceito "racismo" não seja novidade nenhuma, é sempre chocante quando somos confrontados com isso. Fiquei mesmo feliz com o desfecho da trama :)

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
  3. Eu fui ver com os meus pais e saímos de lá todos a adorar o filme. É fantástico, mesmo!

    ResponderEliminar
  4. r: Transportá-las para o ar livre? Credo, não. Eu sempre que tento mexer nelas vão para os piores sitios (aka, sítios-em-que-me-vou-meter-aqui-e-vou-criar-aqui-mais-aranhas-para-depois-te-infestar-a-casa). Nem pensar!!

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar
  5. Deixaste-me com vontade de ver este filmão!
    r: Obrigada Joana. Doce és tu. Acredita muito nisso. Não me canso de te agradecer. :)

    ResponderEliminar
  6. É um filme que quero muito ver, especialmente devido à participação de Octavia Spencer!
    Beijinhos grande e muitas felicidades!

    http://chamammepequenita.blogspot.com/

    ResponderEliminar