Alimentar uma ideia

terça-feira, 6 de junho de 2017

 Não sei se algum dia o referi aqui, mas, participo sempre nas campanhas do Banco Alimentar, faça chuva, faça sol, tenho maratonas de testes ou maratonas de praia, esteja com dores de corpo ou pronta para 6 horas de desporto. É uma iniciativa que está organizada de forma clara, evidente e reflectida.
 Sempre fiquei no armazém e, normalmente, calhava-me a zona dos leites, onde passamos horas a carregar leites, colocá-los em conjuntos de seis e a levá-los em banda para um outro sector. É um trabalho cansativo fisicamente, porém, muito bom, alguém teria de o fazer! Contudo, na última campanha, dias 27 e 28, uma pessoa muito querida na minha vida estava desesperada à procura de pessoas para os Supermercados, uma vez que as escolas e respectivos miúdos não podiam. Foi assim que me estreei na linha da frente.
Após uma longa tarde de estudo e voluntariado...
 Às 14h30 lá estava eu no Continente, pronta para distribuir sacos, recolher e explicar, a quem não conhecia, em que consiste este voluntariado.
 Devo dizer-vos que não esperava sentir o que o meu coração estava a sentir. Primeiro, levei comigo quatro amigos que sabia encherem aquele espaço de alegria, espírito de equipa e boa vontade. Em segundo, deixei que o meu sorriso se abrisse verdadeiramente, era impossível tal não acontecer dada a grandiosidade do que estávamos ali a fazer. Às 16h20, vieram trocar de camisola connosco e eu só pensava «Quem me dera não ter de estudar, pois, ficava aqui a tarde inteira!»
 Ainda tive oportunidade de explicar a três estrangeiros em que consistia a campanha - sim! em inglês - e, os três, separadamente, disseram-me que iam contribuir e que eu tinha sido super amável e paciente a explicar-lhes tudo direitinho. 
 Perceber que ainda há muita gente disposta a ajudar e a contribuir com o que realmente pode deixou-me o coração bem quentinho. É uma fase difícil para o povo português, sem dúvida, e, mesmo assim, as pessoas pegam nos sacos e põe lá dentro pelo menos um ou dois produtos. É lindo de se ver!
 Cheguei a casa cansada, andei sempre de um lado para o outro. Todavia, também cheguei a casa com uma luz interior que nem cabia em mim. É tão bom ajudar... e custa tão pouco!
 E vocês? Participaram? Vão participar na próxima?

20 comentários:

  1. Participei pela primeira vez com os escuteiros este ano em supermercado e adorei e agora quero ir experimentar o ambiente em armazém! É para repetir sem dúvida!
    "Se não vives para servir, não serves para viver!" ♡

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No armazém é muito mais físico e não tens aquela sensação imediata de ajuda. Porém, eu gosto muito de ir para o armazém, porque há tarefas muito concretas que tens mesmo de fazer.

      Gosto muito dessa frase. «Agora, sai, corre e serve!»

      Eliminar
  2. Deixaste-me com um sorriso no rosto desde o início do post - um sorriso meio orgulhoso! :P
    Eu gostava bastante de participar nas campanhas do Banco Alimentar e/ou em qualquer outro tipo de voluntariado. Talvez na próxima campanha... :)
    Beijinhos!

    bloomblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que boooom ler isto. Espero que um dia te aventures por esta linguagem do voluntariado!

      Eliminar
  3. Tenho por hábito ajudar sempre também, enquanto consumidora.
    Admiro a paciência de quem está do outro lado a fornecer os sacos. Confesso que não é o tipo de voluntariado que procuro, apesar de fazer noutras áreas mais sociais. (:

    Um grande biju da Ju.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também faço noutras áreas e é, de facto, algo que não se descreve. Porém, o Banco Alimentar é, sem dúvida, uma das campanhas mais conhecidas.

      Eliminar
  4. Participei pela primeira vez este ano na campanha do Banco Alimentar. Nunca tinha conseguido fazê-lo, apesar de realizar voluntariado todos os anos, por outras causas. A gratificação com que terminei foi enorme e fiquei de coração cheio ao reparar que, mesmo no último turno, à hora do jogo do Benfica, houve muitas pessoas a aceitar um saco e a contribuir para uma causa tão importante!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É incrível, não é, Inês? Uma maravilha ver o espírito que une toda a gente!!!

      Eliminar
  5. Distribuis tamanha energia positiva pela blogo. Pelo meu blog e pelo dos outros. E é bonito saber que não somos só nós que beneficiamos dessa tua calorosa alma. Que bonita, és daqui, Joana :) Continua a comentar-me que eu farei o mesmo e perdoa-me os atrasos nas respostas. <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Inêeeeeeeees! Que comentário belo e que belo comentário. As tuas palavras aquecem-me sempre tanto o coração. Obrigada! Um beijo gigante <3

      Eliminar
  6. Nunca participei, mas já pensei várias vezes em participar...

    ResponderEliminar
  7. Eu todos os anos ajudo para o BA acho uma causa verdadeiramente digna de ajudar. Nunca participei nas iniciativas para BA mas tive noutras acções de voluntariado e sei o quão recompensador e o quão importante é o impacto que as nossas pequenas acções tem na vida das outras pessoas. Não tem preço!!

    ResponderEliminar
  8. Infelizmente nunca consegui participar numa campanha do BA mas é uma coisa que sempre quis. Nesse fim de semana, fomos (eu e os escuteiros) convidados por uma associação da minha cidade para ir ajudar para um supermercado, mas como tivemos atividade não conseguimos ir. Apesar disso, já participei noutras campanhas semelhantes e a sensação é ótima!! Espero conseguir participar na próxima campanha. :)
    p.s.- Convido-te a visitar o meu novo blogue onde falo do sítio lindo para onde fui ter atividade. Acho que vais gostar de ler :)

    ResponderEliminar
  9. Participo na recolha do banco alimentar desde que me lembro de ser gente! Na catequese pediam gente para ir e eu toda contente lá colocava o dedo no ar, e ia. E vou.
    Ainda hoje é o dia, já não ando na catequese, mas sei sempre quando há isto e digo logo que estou disponível.
    Sou sempre das que fica nos supermercados cá da zona, a ir ter com as pessoas, a dar a cara por esta causa. É gratificante sim!
    Para a parte onde tu costumas estar, armazéns, eu nunca fui!

    ResponderEliminar
  10. Nunca participei para o Banco Alimentar, mas na minha escola havia imensas actividades de voluntariado e participei e tive experiências maravilhosas! :)

    ResponderEliminar
  11. Tens mesmo um coração enorme por particulares nestas iniciativas, mesmo estando super ocupada.
    Eu adorava poder ajudar um dia no Banco Alimentar, deve ser uma experiência tão gratificante poder estar lá a trabalhar para ajudar os outros.
    Apesar de nunca ter participado, doo sempre coisas ao Banco Alimentar.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  12. Que coração grande *.* Nunca deixes de ser assim Joana :D
    Nunca participei, como voluntária, no BA, mas todos os anos ajudo :)

    Beijinhos
    O blog da Mó | Instagram

    ResponderEliminar
  13. Nunca fui para o armazém mas já fui para as lojas. E é super interessante ver como as pessoas reagem. Felizmente ainda há pessoas solidarias e prontas a ajudar.

    ResponderEliminar
  14. Continua assim e nunca mudes a bondade :)
    Já agora, comecei a seguir-te, beijinho*

    ResponderEliminar
  15. Por mais pessoas como tu minha linda, que tenhas essa luz sempre dentro de ti!

    ResponderEliminar